18ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) - Inscrições Abertas

11/02/2015 07:50

Os alunos dos ensinos fundamental e médio já podem se inscrever para a 18ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). As inscrições devem ser feitas até o dia 15 de março.

As escolas precisam estar cadastradas no torneio. Se a escola onde o aluno estuda não estiver cadastrada para participar da OBA, o estudante poderá recorrer a outra escola cadastrada. As escolas que não possuem cadastro na Olimpíada podem se cadastrar aqui

O cadastro dos alunos também deve ser feito no site da Olimpíada pelo professor que aplicará a prova. A prova deverá ser aplicada nas dependências da instituição do aplicador. Serão abordados na avaliação temas compatíveis com os conteúdos abordados pelos livros didáticos dos ensinos Fundamental e Médio. A prova será constituída de sete perguntas de Astronomia e três de Astronáutica. A aplicação ocorrerá no dia 15 de maio.

Incentivar o interesse para os estudos da Astronomia, da Aeronáutica e de Ciências afins é o principal objetivo da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica é dividida em quatro níveis: o primeiro deles é voltado para alunos matriculados no 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, o segundo é destinado aos estudantes matriculados no 4º ao 5º ano. Já do terceiro nível participam alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. 

Do último nível podem participar estudantes de qualquer ano do Ensino Médio. Para os estudantes do Ensino Fundamental, as provas terão duração de duas horas. Já para os alunos do Ensino Médio a duração da prova será de quatro horas.

Confira o regulamento da competição na íntegra.

OBA

A competição, realizada pela Sociedade Astronômica Brasileira, com apoio da Agência Espacial Brasileira, acontece em apenas uma fase que é realizada dentro da própria escola. Além de certificados e medalhas, os alunos são preparados para participar de olimpíadas internacionais. Professores e diretores envolvidos na competição também recebem certificados.

Fonte: www.educacao.mg.gov.br